Quinta-feira, 30 de Julho de 2009

Como morar em 42m² com conforto e praticidade.


---------------------------------------

fonte: You Tube / Tv Casa

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: ,

Domingo, 26 de Julho de 2009

Especialistas em organização dão dicas para manter a casa arrumada.



A casa está uma bagunça e você não tem tempo e nem sabe por onde começar a organizá-la. Além disso, é comum nessas horas bater aquela preguiça e a vontade de deixar a arrumação para o dia seguinte. Mas há especialistas, conhecidos como personal organizers, que prometem dar um jeito na bagunça toda. Depois de fazer uma avaliação do ambiente e da rotina do morador, eles traçam um plano de arrumação. E dão dicas para manter a organização da casa.

“O segredo da organização é manter cada coisa em seu lugar. Ao entrar em casa, por exemplo, é importante que você tenha um lugar especifico para deixar a bolsa. Temos que tentar dar funcionalidade aos ambientes. Assim, mesmo quando você estiver no escuro, vai conseguir encontrar o que procura”, explica a personal organizer Silvia Balbi, parceira da OZ!, Sistemas de Organização.

De todos os cômodos e móveis da casa, Maria Silvia aponta a área de serviço e os armários como os mais difíceis de organizar. Segundo ela, os espaços pequenos tendem a perder a funcionalidade pela dificuldade de encontrar móveis em tamanhos adequados. Já os armários, por terem a capacidade de esconder entulhos, acabam se tornando vilões para os que não têm tempo ou vontade de arrumar a casa. Luciana Menezes, personal organizer há quatro anos, acrescenta outros aposentos que apresentam problemas de organização por parte de quem a procura.

“Geralmente, o quarto e a cozinha são cômodos difíceis de manter organizados, por serem ambientes de uso de rotina. Alguns materiais podem facilitar a organização da casa. Caixas com divisórias para guardar papéis e pequenos objetos; sacos de TNT para proteger roupas; cestos e cabides específicos para cada tipo de roupa são alguns acessórios que podem ajudar”, alerta Luciana Menezes.



Se desapegar de contas antigas, recados escritos em guardanapos e apontantamentos em papéis avulsos, que surgem sem se saber a origem, é problemático para alguns. Sílvia Balbi propõe uma limpeza geral do que não serve mais. O que pode ser bastante difícil, mas não custa, ao menos, tentar.

“É impressionante a quantidade de papel que as pessoas costumam guardar. Para dar uma sensação de organização, algumas delas começam a empilhar as coisas. Mas isso não ajuda, pelo contrário. Pois vai ser difícil encontrar algo no meio do entulho. Para isso, é bom ter pastas. Uma para contas, outra para desenhos dos filhos, para cartas ou projetos”, aconselha a especialista em organização.

Por mais que alguns já saibam o que e como fazer para manter a casa arrumada, o fato é que a falta de tempo e a preguiça básica pode complicar toda a organização dos ambientes. Por isso, antes de esconder sapatos e roupas debaixo da cama ou jogá-los de qualquer forma dentro do armário para receber uma visita de surpresa, uma boa dica é ter alguns apetrechos - como os indicados por Silvia Balbi e Luciana Menezes - para facilitar a arrumação ou um especialista para ensinar a manter sempre a casa em ordem.
---------------------------------------

fonte: Zap Imóveis

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: ,

Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Loft aproveita o terreno estreito e ganha iluminação natural.


---------------------------------------

fonte: Tv Casa/You Tube

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: ,

Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Moschino lançou a versão imobiliária da marca.


A grife italiana Moschino já lançou de bolsa a perfume; agora chega aos hotéis. A versão imobiliária da marca anunciou a abertura de um hotel conceito para o próximo ano. Em parceria com a Hotelphilosophy a marca desenvolveu o projeto que será construído em uma antiga estação ferroviária desativada em 1840, que fica em Milão, na Itália. A inspiração de Rossella Jardin, diretora de criação da Moschino, para os 54 quartos são contos de fada tocados pelo surrealismo.
---------------------------------------

fonte: Revista Criativa

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: ,

Micos da decoração Pode usar? Depende.

Pinguim de geladeira é brega? E flor artificial, sanca, textura e anão de jardim? Na etiqueta da arquitetura, da decoração e do paisagismo, o certo e o errado estão intimamente ligados. Dúvidas de internautas sobre esses e outros mitos foram enviadas ao site de Casa e Jardim e esclarecidas por especialistas, que afirmam: nada é tão radical a ponto de garantir o veto ou o passe livre.



PINGUIM
Drama e humor na geladeira


Qual é a sua reação ao se deparar com um pinguim de louça em cima da geladeira? Arrepio, gargalhada ou simpatia? Seja qual for o resultado, ele é mais legítimo e legal do que o DNA cafona que a ave carrega. 'Acredito que o mito não seja o pinguim e sim falar que algo é brega', diz Marcelo Rosenbaum. Para o designer, tudo pode e depende da história de cada um. Não existe o proibido. 'Acredito que a relação das pessoas com os objetos é algo íntimo e pessoal.' Cada um tem o direito de colocar o que quiser e onde quiser, desde que aquilo corresponda à sua essência. Isso vale para o pinguim de qualquer cor e material ou outra peça. Segundo ele, tirar objetos de seu contexto pode ser interessante. 'Nada precisa estar onde foi dito para ficar. O que conta é a interpretação de cada um.' Ao lado, pinguins da Rachel Hoshino à venda na 62º.


FOTO DE FAMÍLIA
Invista numa galeria particular
Ninguém duvida que as fotos da família esquiando nas últimas férias ficaram bárbaras. As do casamento, então, são emocionantes. Imagens são recordações mais do que especiais, mas não precisamos colocá-las em vários porta-retratos dando boas-vindas a todos que entram na sala. 'Essas imagens são íntimas e é estranho se deparar com elas espalhadas em mesas e estantes. Pertencem à família', comenta o arquiteto Sig Bergamin. Que tal substituir os porta-retatos por molduras - de várias cores, formas e tamanhos - e aproveitar um corredor da casa para fazer sua própria galeria? Por exemplo, naquela parede branca que não tem espaço suficiente para uma obra de arte. Lá, é possível brincar com a imaginação e colocar todas as fotografias, inclusive dos animais de estimação. Segundo Sig, porta-retratos com fotos de família devem ser usados em número reduzido e na área íntima. Ao lado, molduras da Differenza.


---------------------------------------

fonte: revista Casa & jardim

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

Como utilizar pastilhas de vidro na cozinha, no banheiro e na área de serviço, sem gastar muito?

“As pastilhas de vidro são utilizadas como elementos de destaque na decoração”

É melhor evitar o uso do material em toda a parede, já que preço médio do m² pode variar de R$ 230 a R$ 460, de acordo com a cor escolhida.

Esse revestimento fica bem em pequenas faixas ou desenhos, destacando a parede do cômodo. Na cozinha, crie uma área de circulação utilizando pastilhas de destaque, como as avermelhadas.

Já no banheiro, a dica é empregar as peças de maneira horizontal, no boxe ou na bancada. Finalmente, na área de serviço, brinque com cores vibrantes, formatos e combinações.

“Quanto às pastilhas de coco, não são recomendadas nesses locais, por causa do contato constante com a água e a umidade”



A pastilha de vidro continua sendo uma das grandes apostas dos fabricantes.


No piso do banheiro, pastilhas de vidro brancas e faixa de seixos embaixo da bancada de mármore.


Esta cozinha foi integrada com a sala. No piso, onde antes havia uma parede, foram colocadas pastilhas de vidro

---------------------------------------

fonte: Casa & Jardim

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: ,

Quarta-feira, 1 de Abril de 2009

Curiosidades: Presentes que vão além do chocolate!

Páscoa é sinônimo de muito chocolate. Bombons, ovos e trufas são os artigos mais comuns quando se deseja presentear alguém nessa data. O que muitos esquecem, no entanto, é que existe quem não aprecia a guloseima feita de cacau. Isso mesmo. Há quem troque uma bela barra do doce por outro presente.



Mas não é por esse motivo que se deve deixar de dar um "mimo" às pessoas queridas. "Na Páscoa, é mais adequado darmos chocolate, mas pode-se dar outra coisa se quisermos", afirma a consultora de etiqueta Ligia Marques.
Caso opte em dar algo que não seja chocolate, vale colocar a criatividade em prática. É importante conhecer bem a pessoa para que o presente combine com a personalidade dela. Se ela adora comer, bolachinhas decoradas são uma boa saída; já quem gosta de enfeites ficará animada com o cofrinho em formato de coelhinho. (Veja as outras sugestões de presente no link da galeria de fotos)

A consultora de etiqueta aconselha entregar o presente no domingo de Páscoa. "Caso não haja outra maneira, pode-se dar o presente antes ou depois desse dia", afirma Ligia. Colocar cartão é um gesto delicado e ainda demonstra carinho. "No cartão tem de constar dizeres delicados e pessoais", ensina.

O embrulho também requer cuidado especial porque é capaz de valorizar o presente. "Uma embalagem bonita sempre faz mais pelo presente. É sinal de cuidado e capricho da parte".





Pelúcia: O coelhinho é o maior ícone da Páscoa. Quem tem o perfil romântico, vai se apaixonar pela pelúcia.

Vaso jardim portátil: Dá até pena comer as bolachinhas de tão bonitas. Dentro de um vaso de alumínio, vêm nove pirulitos de bolachas em formato de flores e um na forma de abelha.



Pingente coelho: A Amsterdam Sauer tem um pingente que é a cara da data. Um pingente em formato de coelho em ouro amarelo.




Ovo de bolacha: Ele tem formato tradicional, mas é feito de massa de bolacha. Com 20cm de altura, o ovo vem recheado com biscoitos nos sabores água de flor de laranjeira sob a forma de coelho, cenoura e ovos.
---------------------------------------

fonte: Terra

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: , ,

Sexta-feira, 27 de Março de 2009

Quer comprar? A mansão mais cara da História dos EUA está à venda.



Neste caso querer não é poder. Porque o artigo em questão custa a bagatela de 345 milhões de reais. A mansão mais cara da História dos EUA está à venda.

Situada na exclusivíssima região de Holmby Hills, em Los Angeles, a residência é vizinha da Mansão da Playboy. A mansão é tão grande que a dona, Candy Spelling, viúva de Aaron Spelling (produtor de séries arrasa-quarteirão como 'As Panteras' e 'Dinastia'), não sabe exatamente quantos quartos ela tem. Sabe apenas que passam de cem.


Conheça abaixo outros detalhes do mimo capitalista de três andares erguido ao estilo francês em 1991:

Área: 56.500 metros quadrados (terreno de 4,6 acres)

Pista de boliche

Garagem para 100 carros

Adega de vinhos, sala de degustação e sala de estoque anti-umidade

Salão ao estilo chinês

Sala de ginástica e quadra de tênis

Cachoeira e fontes de água

Piscina, com uma "singela" casa ao lado (e mais 16 vagas para carros)

Spa (sim!!!)

Jardim ao estilo do século XVIII e estufa de rosas e orquídeas cítricas

Biblioteca

A excêntrica viúva só exige uma coisa dos candidatos. Eles precisam ser submetidos a um teste curioso. Se o cachorro dela - o terrier Madison - cheirar o pretendente e não o aprovar, nada feito!

---------------------------------------

fonte: Globo.com

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: , ,

Domingo, 15 de Março de 2009

Pérgolas, leves, essas estruturas de madeira, ferro ou bambu protegem os moradores, incrementam o espaço e servem de suporte para plantas no jardim.

Sob o abrigo das pérgolas


Se o sol ou a chuva não dão trégua, é hora de planejar uma pérgola. Leves, essas estruturas de madeira, ferro ou bambu protegem os moradores, incrementam o espaço e servem de suporte para plantas no jardim.

Luminosidade controlada

Junto em casa e no trabalho, o casal de empresários de moda precisava de uma área em que pudesse realizar suas reuniões e, quando o tempo permitisse, refeições ao ar livre. Mônica Lauretti, paisagista, entendeu bem a proposta e fez da cobertura de 100 m², localizada no Pacaembu, em São Paulo, uma área de negócios e lazer. A pérgola ripada de itaúba - a mesma madeira que forra o chão e forma os vasos com espadas-de-são-jorge - é o destaque do local.

'A itaúba é indicada para áreas externas por ter baixa permeabilidade', indica a paisagista. Enquanto a trepadeira sete-léguas não cobre totalmente a estrutura, as ripas espaçadas controlam e promovem uma linda luz no fim da tarde.




Emparelhadas, as ripas de madeira controlam a incidência de luz no ambiente. A trepadeira sete- -léguas já começa a se ramificar
sobre o pergolado

A madeira itaúba aparece em todo o projeto, da pérgola aos vasos (ao fundo). Sobre a mesa, jogos americanos e guardanapos da Roupa de Mesa. Pratos, copos e talheres encontrados na Pepper. Como a área é sujeita a sol, as espadas-de-são--jorge foram escolhidas em função da boa resistência ao calor e ao vento


---------------------------------------

fonte: Casa e Jardim

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Terça-feira, 10 de Março de 2009

Com planejamento e uma seleção acertada de espécies, os canteiros terão cor o ano inteiro

Eterna primavera

A história de que o jardim só floresce entre a primavera e o verão é lenda. Se o seu canto verde fica caidinho e sem viço no outono e no inverno, leia esta matéria. Com planejamento e uma seleção acertada de espécies, os canteiros terão cor o ano inteiro


A cerejeira-do-japão (árvore ao centro), que floresce de maio a agosto, ganhou lugar de destaque no espaço pensado pela Calux Jardins. Desde o início da primavera, as gardênias, bulbines (amarelas) e minirrosas estão em flor. As flores branquinhas da gardênia permanecem assim até o fim do verão. Curingas, a minirrosa e a forração de bulbine florescem o ano todo

Jardim bem familiar
Logo na entrada deste jardim, em Atibaia, interior de São Paulo, a cerejeira-do-japão serve de elo entre a casa de campo da paisagista Jeane Calderan e a de sua sogra, dona Nilda, que mora no local. A área de 80 m² foi planejada pela paisagista e pelo seu sócio, o paisagista Celso Bergamasco, da Calux Jardins, para estar sempre florida e viçosa. Jeane priorizou espécies que demarcassem as estações para que fosse possível ter floradas durante o ano todo.

Para qualquer canto que se olhe, o jardim revela flores diferentes. São jasmins, gardênias, primaveras, minirrosas, clerodendros, glicínias e bulbines, que formam um visual colorido de dar gosto. Os arbustos são alternados pelas frutíferas aceroleira, pitangueira e romãzeira, que atraem aves de vários tipos.

Toda sexta-feira, a cena se repete. Jeane deixa o seu escritório na capital paulista, faz as malas e segue rumo à casa de campo. É lá que a família se reúne para mais um fim de semana entre as flores.

As flores do jardim
PRIMAVERA
Gardênia, agapanto, falso-íris
VERÃO
Gardênia, agapanto, falso-íris
OUTONO
Cerejeira-do-japão, azaléia-anã
INVERNO
Clerodendro, azaléia-anã
O ANO INTEIRO
Minirrosa, bulbine, helicônia, impatiens, dipladênia, primavera


Sob a pérgola, a família se reúne para o bate-papo nos fins de semana. Na parede, vasos de barro com orquídeas. Atrás do banco, dipladênia em flor. Futons, da Futon & Home,
e cesta de vime, da Coisas da Doris.


A dipladênia, que floresce quase o ano inteiro. No inverno, a planta faz um repouso e é quando deve ser podada. Volta a se desenvolver com as temperaturas mais altas, na primavera. É boa para enrolar-se em treliças ou estruturas

---------------------------------------

fonte: Casa e Jardim

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: ,

Sexta-feira, 6 de Março de 2009

Mesmo quando o espaço não parece adequado, pode ser possível usufruir dos benefícios de um jardim.

Criatividade e adequação são as palavras mágicas nesse caso.

PEQUENOS JARDINS:


É possível fazer um jardim até mesmo nos menores espaços, e que a princípio parecem pequenos demais para um jardim. Os japoneses já convivem há muito tempo com um grande amor pelo jardim aliado a falta de espaço, o que faz com que demonstrem que não há limites para a inventividade, quando a vontade existe... Vamos então nos inspirar no belíssimo exemplo daqueles que compartilham conosco do gosto pela natureza e que vivem do outro lado do mundo.

Como as casas japonesas são pequenas, e não existe espaço para grandes jardins como os que ocorrem em áreas publicas, o japonês tem o costume de cuidar de seus jardins em vasos pequenos nos ambientes mais estreitos.
Retratamos aqui esse tipo de jardim, pois conhecemos apenas os grandes e harmônicos jardins japoneses com fontes, carpas e lanternas, e muitas vezes esquecemos dos pequenos e não menos formosos, jardins caseiros.



Qualquer pequeno canto pode ser palco de um pequeno e precioso jardim. Eles podem quebrar a rigidez de muros e paredes e atenuar não só os aspectos visuais mas também os climáticos. Em uma pequena escala, mas ao serem somados, esses jardins podem interferir no micro-clima local e melhorar a qualidade do ar que respiramos. Na foto à esquerda foram utilizadas Tuias para quebrar a presença maçante da rigidez construtiva do local. São apenas dois pinheirinhos, mas capazes de humanizar o ambiente.

Traduzindo esses aspectos para os nossos costumes e utilizando plantas nativas ou adaptadas ao nosso clima, podemos criar muito mais!


No pequeno jardim da paisagista Odete Rangel, a jardineira feita em placas de fibra de coco deu ao local um aspecto mais naturalista.

Com poucas plantas, variando de forma volumétrica em alturas diferentes, a paisagista valoriza o local e cria um pequeno jardim, que recebe ainda, forrações em cascas de pinus e pedriscos.



Mesmo onde a manutenção tenha que ser simplificada ao máximo, é sempre possível criar um pequeno jardim, mesmo sem o gramado e com poucas plantas. Nesse jardim, a forração é feita em seixos, criando um bonito jogo de texturas e um interessante pano de fundo para as Agaves e Palmeira- rápis; é um jardim seco e urbano, bonito e de fácil manutenção.

O número de plantas em um jardim de pequenas dimensões, deve ser reduzido, para que não haja poluição visual pelo excesso, onde várias espécies disputariam um pequeno espaço e poderiam fazer com que o jardim parecesse ainda menor.

Planeje os tipos de plantas que deseja ter, controlando para que não fique um leque muito variado, e defina que tipo de forração será. É comum que os pequenos jardins não sejam inundados com grande quantidade de sol, porque normalmente ficam em algum espaço entre o muro e a construção, ou muito próximo a algum outro elemento construtivo que lhe provoca sombra.
Nesse caso, haverá limitação para o uso de gramas, que normalmente preferem locais ensolarados, mas você poderá optar por forrações secas, como casca de árvores, pedriscos, seixos ou mármores rolados, etc.



Nesse corredor, a presença do muro foi atenuada com o pequeno jardim à sua frente, que também proporcionou um ambiente melhor junto ao estar ali instalado.

A escolha de plantas que irão exigir poucos tratos culturais costuma ser comum nos pequenos jardins, já que estes normalmente ocorrem em locais onde naturalmente já foi deixado pouco espaço para essa função, e isso pode ser indício de que grandes movimentos com a manutenção possa não ser muito funcional.

Nesse caso, o uso de bromélias e orquídeas sobre uma forração de pedriscos, como na foto ao lado, pode ser uma prática solução.




Plantas duráveis e que exigem poucos tratos culturais, como a palmeira-rápis (Rhapis excelsa), Bromélias, bambu-mossô (Phyllostachys pubescens), e buxinho (Buxus sempervirens), são muito utilizadas nos jardins em pequenos espaços, como ilustra a foto ao lado, onde um pequeno jardim faz a transição entre a casa e o consultório do proprietário.

A linguagem é clara, o jardim é fácil de tratar e o resultado é muito bom.


---------------------------------------

fonte: Casa e Cia paisagismo

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Saiba como explorar as funções básicas das "Cercas Vivas"

Funções das Cercas Vivas:

Além do indiscutível efeito decorativo, as cercas vivas têm duas funções primordiais no paisagismo: delimitar espaços e proteger. Ambas as funções têm um sentido abrangente, que oferece diferentes maneiras de utilização, de acordo com a necessidade de cada um.

Podemos, por exemplo, dividir o jardim em dois ou mais ambientes, sem, no entanto barrar a visão entre os espaços. Para isto, pequenos e médios arbustos, e até mesmo ervas se prestam. Já a criação de espaços menores, através da utilização de cercas vivas mais altas, favorece a intimidade e a introspecção, permitindo o uso da área para um longo bate-papo ou uma tranqüila meditação.

A privacidade, o conforto e a segurança são os anseios mais freqüentes quando se pensa em utilizar cercas vivas, seja em jardins residenciais, como em indústrias ou fazendas. Como foi citado anteriormente, a função de proteger é bastante ampla e desta forma podemos aproveitar as características das cercas vivas para nos oferecer a privacidade, o conforto e a segurança que tanto almejamos.


Assim, uma sebe alta e compacta, protege com eficiência uma área com piscina contra olhares curiosos. Da mesma forma, cercas vivas largas e espessas formam uma forte barreira contra ventos, ruídos, e poeira. Já os arbustos espinhosos se prestam para manter invasores afastados e atém mesmo para coibir a fuga de animais maiores da propriedade, como bois ou cabras.

As cercas vivas são apropriadas também para esconder áreas ou estruturas feias no jardim, tais como: casas de máquinas, pequenos depósitos, composteiras, muros, lixeiras, etc.

O profissional paisagista deve saber explorar as funções básicas das cercas vivas, criando efeitos secundários, como orientar os pedestres pelos caminhos, destacar áreas ou elementos, atrair a fauna silvestre, adicionar movimento, textura, volume, contraste, estilo e perspectiva, entre outros aspectos não menos importantes que podem ser criados ou melhorados para o bem-estar e a satisfação dos utilizadores do jardim.


Com certeza, há espécies de plantas mais adequadas a uma ou outra função. Da mesma forma, as plantas escolhidas também devem se adequar ao clima e ao tipo de solo da propriedade, assim como o estilo do jardim e o nível de manutenção que será despendido.

No final deste artigo você encontrará uma lista com sugestões de espécies para diferentes funções. Estude as diferentes espécies para a função que você deseja e escolha sempre aquelas que se adaptam às condições de sua propriedade, dando preferência às espécies nativas.



Uma sebe leva em média cerca de 3 a 5 anos para atingir a altura, a largura, o formato, a resistência e a densidade necessárias para desempenhar sua função. Da mesma forma, a uniformidade das plantas também é de extrema importância em uma cerca viva, pois uma única planta com falhas pode acabar com o objetivo e o visual da cerca. Assim, os cuidados adequados no preparo do terreno e plantio de cada muda são indispensáveis à formação de um renque com saúde, beleza e longevidade, além de garantir seu rápido desenvolvimento inicial.

Atente ao espaçamento entre as mudas, que varia de espécie para espécie e deve sempre ser respeitado. Um erro comum é reduzir o espaçamento entre as mudas, com o intuito de acelerar a formação da cerca. Assim, as raízes e os ramos irão se sobrepor de maneira excessiva, gerando competição por luz, água e nutrientes e prejudicando o desenvolvimento e a saúde de cada planta. Ao invés disso, é preferível adquirir mudas mais desenvolvidas e até mesmo plantas adultas, respeitando o espaçamento recomendado para a espécie.



A melhor época de plantio é a primavera. Pode ser adotado o sistema de linha simples ou dupla (com covas intercaladas). O plantio em linha dupla é recomendado para a formação de cercas vivas mais largas em menor tempo. Neste caso as covas são feitas intercaladas, formando um zigue-zague. No entanto, este tipo de plantio acaba por consumir maior espaço no jardim em detrimento a outras áreas. A linha simples pode ser formada por uma única valeta ou por covas alinhadas. As covas devem ter, pelo menos, o dobro do tamanho do torrão de cada muda.

A preparação do solo inclui a correção do pH e da fertilidade, realizada preferencialmente com base na análise do solo em um laboratório de confiança. O incremento de matéria orgânica e adubos nesta fase são essenciais, mas devem ser balanceadas, pois há o risco de queimarem as delicadas raízes em formação. O ideal é seguir a recomendação de adubação para cada espécie. Uma boa formulação NPK para esta fase é 04-14-08 ou se preferir adubos orgânicos, utilize farinha de ossos e terra vegetal. Não esqueça de misturar bem os compostos à terra e deixá-la descansar antes do plantio por alguns dias.


A irrigação deve ser diária nas primeiras semanas após o plantio, dando preferência para o final da tarde ou início da manhã. Após cerca de dois meses, podemos reduzir a freqüência das regas e iniciar a adubação de arranque, que estimulará o crescimento inicial. Esta adubação, ao contrário da adubação de plantio, é de cobertura e deve conter maior quantidade de nitrogênio, como na fórmula NPK 10-10-10.

O projeto para a implantação de um bom sistema de irrigação por gotejamento no plantio da cerca viva pode ser estudado e deve ser solicitado a um profissional da área como o paisagista ou o engenheiro-agrônomo.

---------------------------------------

fonte: Jardineiro.net

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: ,

Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009

Copos e drinques: acerte na escolha


Existe um tipo certo de copo para cada bebida: longos para cervejas e long drinks, curtos para caipirinhas, flûte para champanhe...
Copos esguios têm as medidas certas para se desfrutar dos long drinks – coquetéis com ou sem álcool, muita fruta e pedras de gelo. Já para cervejas, a melhor opção é o tradicional modelo tulipa. Dicas: para ressaltar o frescor da bebida, antes de servi-la, deixe água bem gelada no copo por alguns minutinhos. Depois de lavar a peça, passe álcool para dar brilho. O modelo bojudo de até 200 ml e com uma boa abertura promove um brinde às sensações quando usados para drinques com destilados – como uísque ou uma caipirinha de frutas cítricas. Curinga, o copo serve ainda para sucos, refrigerantes, água e bebidas à base de sorvete.

O único porém é que ele fica em contato com o calor da mão e isso aquece mais rápido a bebida. As taças compridas, para champanhe e prosecco, são chamadas de flûte (pronuncia-se fluti). Toda sua forma foi pensada para ressaltar e admirar sua perlagem – as bolinhas de gás que determinam a qualidade da safra. Para manter sua bebida por mais tempo gelada, segura-se pela base. A de tamanho médio tem um bojo arredondado e abertura acentuada, que permite a evolução completa dos aromas intensos e complexos da maioria dos vinhos. Já aquelas com bojo bem largo e base mais baixa são ideais para os espumantes aromáticos e doces. Aproveite as dicas dos copos!!!

---------------------------------------

fonte: Revista Casa

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

Iluminação - Sabendo comprar, você não vai errar!!

Como fazer um bom projeto de iluminação


Mesmo quem é do ramo precisa de uma luz na hora de escolher lâmpadas. São muitas opções de marcas, modelos e promessas nas prateleiras das lojas. O melhor, recomendam os entendidos, é saber direitinho o que você está procurando.
No jargão luminotécnico, há vários nomes complicados que mostram a quantidade e a qualidade da luz produzida pela lâmpada. Um deles é o IRC, sigla para Índice de Reprodução de Cor. Quanto mais próximo de 100 é o IRC, menos distorção nas cores essa luz vai produzir. Onde a cor certa for fundamental, o índice deve ser no mínimo de 80%.

Dinheiro no bolso

Se a preocupação for economia, a informação preciosa é o de eficiência luminosa - quanto menos energia medida em watts o equipamento gastar para produzir maior fluxo luminoso, melhor. Outra característica importante para avaliar o custo-benefício é a durabilidade da lâmpada, geralmente identificada como "vida útil" nas embalagens. O problema é que nem sempre os rótulos trazem o rol de informações para apagar todas as dúvidas.

Aí vale apelar para regras gerais e básicas. As incandescentes têm bom IRC, ganham disparado em preço, mas perdem em vida útil e eficiência para as fluorescentes, que, por sua vez, têm evoluído cada vez mais em qualidade de luz. Antigamente, elasdeixavam tudo meio azulado. Pois hoje estão conquistando as casas que prezam a conta bancária.


Para ter uma idéia, as lâmpadas ocupam o terceiro lugar no ranking de consumo de energia numa residência comum, perdendo apenas para o chuveiro e a geladeira. Nesse quesito, as fluorescentes largam mesmo na frente. Elas são mais caras, mas, segundo uma pesquisa do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), o consumo sai até 79% mais em conta que o das incandescentes.


Outra artimanha para baixar a conta de luz é usar o dimmer. Esse equipamento, que permite graduações conforme o gosto do freguês, requer uma adaptação tão fácil quanto instalar um interruptor comum. Ele costuma fazer sucesso especialmente no quarto das crianças e no living. Sua utilização, no entanto, está restrita às incandescentes.

Versatilidade com diversidade
Há mais que incandescentes e fluorescentes nas gôndolas dos supermercados. As lâmpadas halógenas, por exemplo, são duráveis e reproduzem bem as cores, mas alguns modelos esquentam o que estiver no caminho do facho de luz. Um bom emprego para elas é no projeto de paisagismo, destacando os pontos altos do jardim. Mas lembre-se de que precisam de refletores adequados e devem ter proteção contra as intempéries.Para qualquer ambiente, caso tenha faltado um bom projeto luminotécnico quando você comprou o imóvel ou procedeu à reforma, o melhor a fazer, agora, é combinar diferentes tipos de lâmpada. O resultado será um espaço bem mais versátil.

---------------------------------------

fonte: Casa Abril

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

30 apostas para 2009


1. FLORES
Murcharam...
...as composições de flores em tons pastel.

Desabrocharam...
...os arranjos com cores vivas, que vão desbancar de vez a uniformidade dos brancos, rosas claros e lilases. O florista Vic Meirelles vai além: 'O negócio é misturar muitas flores, como fiz neste arranjo com gloriosas, rosas pink e amarelas, calas e lisiantos roxos. Para ficar melhor, use vasos ou bases prateados.



2. TENDÊNCIA
Futuro imperfeito
Ao pé da letra, é essa a tradução para a tendência mundial captada pelo site WGSN, entre os designers, de criar peças inacabadas - o Future imperfect. Na prática, a casa ganha candelabros com ausência de todos os braços, móveis com pintura inconclusa, respingos de tinta em paredes e vasos com aparência de quebrados, como o modelo da Rosenthal para a Grifes & Design.

3. CORES
Os tons campeões
Uma paleta suave, com cores mais pálidas, que tranquilizam e remetem à natureza, é a tendência para este ano. A inspiração para o verde denominado Cheiro Verde, o número 1 nas apostas, está totalmente apoiada em materiais naturais. Da família dos violetas vem o tom Pedra Rosada, com um leve toque de luxo. O azul aparece um pouco esverdeado, prova de que a natureza realmente vai falar alto em 2009. Use-os sem medo.


4. LOUÇA
Pintura carimbada
Estampas únicas, pintadas à mão, como tecidos. A louça para cobiçar e comprar (mesmo que seja aos poucos, como uma coleção) reúne grafismos, medalhões, poás e flores, como se fossem carimbos na cerâmica. O abajur da ceramista Flávia del Prá é uma amostra dessa tendência.



5. ESTILO DE JARDIM
Com a cara do dono
Não é para ter medo de errar. A onda de criar o seu próprio jardim com as plantas de que você gosta está cada vez mais em alta. Muito comuns nos países europeus, os cantos verdes feitos pelo dono brindam os ambientes com lembranças de infância, perfumes e plantas especiais - heranças de família. O jardim da moradora Helena Shiraishi Soderi e de seu marido, Auro Soderi, no Ipiranga, em São Paulo, tem rosas espalhadas pela jardineira de lambris, 50 x 25 cm, planejada por eles. Os vasos de barro exibem glicínias, primaveras, jasmins, mangueiras e amoras - tiradas do pé para comer.



6. BEBIDA PARA RECEBER
Chá gelado
Como refresco ou drinque, o chá verde gelado, aromatizado com frutas ou ervas, é a sensação do verão 2009. Para prepará-lo, descobrimos o segredo que faz toda a diferença. 'Ferva 200 ml de água. Desligue e faça a infusão com a medida de chá indicada na embalagem para 1 l de água - em média, de 10 g a 14 g de chá verde ou preto ou de 5 g a 24 g de chá de fruta. A infusão para os chás verde e preto varia de um a três minutos e para os chás de ervas e frutas, de cinco a dez minutos. O chá concentrado deve ser diluído em 800 ml de água com gelo', diz Carla Saueressig, especialista em chás da A Loja do Chá. Em drinques, misture metade de uma taça de chá e a outra metade de prosecco.


7. ELETRODOMÉSTICO

A lavanderia agradece
Uma lavadora que também seca. Até há pouco tempo, isso parecia um desejo impossível de ser realizado. A ótima notícia é que o modelo foi criado e, de quebra, ganhou estampa floral nas cores vermelha e branca, criada pelo pintor coreano Seung-Rim Ha. Além de reduzir a necessidade de espaço, a Lava e Seca Steam 2 em 1, da LG, também diminui em 30% o consumo de água e em 27% o de energia.



8. MODA E DECORAÇÃO
Casa cada vez mais fashion
O verdadeiro lar é uma extensão do que você gosta, pensa e veste. E por que não vesti-lo de Armani ou Adriana Barra? As home collections viraram febre entre os grandes estilistas e o melhor é que elas antecipam muito do que você verá nas passarelas. A novíssima coleção assinada por André Lima para a Firma Casa traz as dobraduras e os drapeados da silhueta oriental, que prometem estourar no inverno de 2009, segundo o site de tendências WGSN. Na foto, pufe Origami sobre tapete geométrico também do estilista.


9. OBJETO DECORATIVO
Cheios de graça
Não é para se desfazer da sua coleção de cristais de Murano, mas que tal encontrar um lugar na decoração para os objetos bem-humorados? Após a febre dos bonequinhos toy art, os objetos que vão invadir a casa ganham traços de animais ou carinhas, como a cabeça em forma de vaso criada pelo ceramista norte-americano Jonathan Adler.


10. PLANTAS

Mata na vertical
Samambaias, avencas, guaimbês, rendas-portuguesas, antúrios e begônias reunidos na parede. Essa é a nova pegada dos jardins. Em escalada vertical, as plantas aumentam a sensação de verde em casa, mesmo quando não há espaço para cultivá-las na horizontal. Mas cuidado: a junção exige certo conhecimento de insolação da área e de quais espécies misturar. 'Os jardins verticais refrescam a temperatura do ambiente em até 4ºC (a partir de 12 m² de dimensão), reduzem a poluição do ar, melhoram a acústica e ainda atraem pássaros', diz a paisagista Gica Mesiara, autora do painel de 7,50 m de altura x 60 m de comprimento, que reúne 7 mil plantas de 48 espécies, no restaurante Kaá, em São Paulo, SP.


11. DESIGNERS

Os criadores
Grave estes nomes: Antonio Carlos Figueira de Mello, 26 anos, Lula Gouveia, 30, e Sergio Cabral, 31 anos - ou, simplesmente, os caras criativos do Superlimão Studio. Mais do que designers, o trio desenvolve peças-conceito a partir de plástico, bobina, papelão, conduíte, copo reciclado ou telha moída. 'Tudo pode virar matéria-prima, mas o que gostamos é de entender os materiais e revisar o uso das peças', diz Lula. Bem-humorado e extremamente crítico, o trio faz de cinco minutos de conversa uma verdadeira discussão sobre o comportamento da sociedade, os falsos rótulos de sustentáveis e os rumos da arquitetura. É de gente assim que o design e o mundo precisam. Na foto, da esq. para a dir., Sergio com Fusca, o cachorro da raça boston terrier proclamado 'o presidente da empresa', Antonio Carlos e Lula.

A criatura
O capitel de papelão Júlico, uma peça- -ornamento, faz parte da série Bioclássico do Superlimão. Por trás do nome dessa nova linha, o trio critica dois movimentos atuais: o uso incorreto do rótulo sustentável, amplamente difundido por empresas, somado à explosão da arquitetura neoclássica nas fachadas de grandes prédios.


12. COMIDINHA
Petisco abre-apetite
Os ingredientes brasileiros são a aposta da banqueteira Rita Atrib, do Buffet Petit Comité, para este ano. Ela sugere, para o cardápio, 'entradas mais leves, como um carpaccio de abacaxi com molho picante, uma salada de folhas diversas com queijo fresco e lascas de frutas ou um pesto feito à base de castanha de baru, em vez de pignolis ou nozes'. Ela entrega a receita que promete virar mania.

Minibúrgueres de frango com folhinhas de agrião ao coulis de cupuaçu

Ingredientes para os hambúrgueres
- 400 g de sobrecoxa de frango moída
- 400 g de peito de frango moído
- 300 g de cebola ralada
- 20 g de alho picado ou 2 dentes de alho picado
- 1 colher de sopa de sal refinado
- 1 colher de chá de pimenta-do-reino
- 1 ovo
- 100 g de farinha de rosca
- 100 g de farinha de trigo
- 50 ml de azeite
- 100 g de agrião para montar os espetinhos
- 35 espetinhos de bambu

Ingredientes para o molho
- 500 g de polpa de cupuaçu
- 250 g de maçã vermelha
- 1/2 xícara de chá de açúcar
- 1/4 xícara de chá de vinagre
- 1/2 pimenta-dedo-de-moça picadinha (sem semente)
- 1/2 colher de sopa de farinha de trigo

Preparo dos hambúrgueres
Misture todos os ingredientes em um recipiente até obter uma massa homogênea. Faça bolinhas, depois achate-as para ficarem no formato de hambúrguer, com aproximadamente 2,5 cm de diâmetro. Em seguida, asse-as.

Preparo do molho
Bata no liquidificador todos os ingredientes, menos a pimenta. Leve essa mistura para ferver até ficar com consistência de purê. Desligue o fogo e acrescente a pimenta picadinha.

Montagem
Espete um minibúrguer no palito, depois a folhinha de agrião e outro minibúrguer para finalizar. Sirva acompanhado do molho picante de cupuaçu.

Rendimento: 35 minibúrgueres e 500 ml de molho picante.


13. ALMOFADAS
Travesseiros no sofá
As medidas generosas das novas almofadas, mais retangulares e compridas, dispensam composições com quatro, cinco ou seis peças. O bacana é ter uma almofada incrivelmente linda, que tome parte do sofá. Estas duas Missoni são encontradas na Firma Casa.


14. GADGET
Brinquedinho de bolso
Por enquanto, é só para cruzar os dedos e torcer para que o modelo N97 da Nokia chegue logo por aqui. O aparelho móvel alia uma interface touch screen de 3,5 polegadas a um teclado QWERTY, tem acesso à web, sensores A-GPS integrados e um compasso eletrônico, que entendem a localização do aparelho e facilitam a atualização automática de redes sociais. É compatível com até 48 GB de armazenamento e possui câmera de 5 megapixels, além de outros componentes. Pela foto, dá para notar que ele tem a cara de um minilaptop.

15. DESIGN DO DESEJO
Que tal um banquete?
A Redação elege a poltrona Banquete, de 2004, dos criativos irmãos Fernando e Humberto Campana, como a peça mais cobiçada para ter em 2009. O mix de leões, cachorros, jacarés e outras pelúcias fascina adultos ávidos por momentos de infância. O móvel está à venda na Firma Casa. Nota: qualquer peça dos Campana é digna do título.


16. ARQUITETURA
Simples e eficiente
O cimento queimado e o concreto lixado, assim como a placa cimentícia - a versão industrializada -, serão mais do que nunca empregados nos projetos de arquitetura em 2009 por dois fortes motivos: são simples e baratos. 'A crise financeira mundial vai dar uma guinada na busca pela simplicidade, valorizando o uso de materiais que reduzem os custos da obra e sejam ecológicos', diz o arquiteto Gustavo Calazans. Nas casas e nos apartamentos, as aberturas serão cada vez maiores. As grandes janelas envidraçadas contribuem para reduzir os gastos com energia elétrica, porque não há a necessidade de manter as lâmpadas acesas durante o dia nem os ventiladores ligados. Outra opção para substituir os aparelhos de ar-condicionado e ventiladores acaba de chegar ao Brasil. É a geotermia: técnica que instala uma serpentina sob o piso de concreto da casa, a 1,50 m de profundidade, e mantém a temperatura sempre a 20°C. Também está em discussão no país a adoção de um selo de eficiência energética para imóveis, como já se faz com os eletrodomésticos.


17. AROMAS
Cheiro de casa
O perfume que você e as suas visitas sentem ao pisar em sua casa tem de ser acolhedor e favorecer a reunião de pessoas. A gerente de marketing da L'Occitane, Brena Barbarini, indica os aromas que vão pegar nas cortinas, nos tapetes e nas almofadas.

Verão
Aposte sem medo no perfume suave das fragrâncias cítricas, como o limão-siciliano e a flor de laranjeira. Vela Citrus Verbena (ao lado), da L'Occitane.

Inverno
Os cheiros levemente amadeirados, como o da Floresta de Inverno, uma combinação de pinho e eucalipto, da L'Occitane, dão a densidade que merece a estação.


18. REVESTIMENTOS

Piso único, parede de mármore
A receita vem de quem sabe das coisas: 'Permanecem os pisos de cimento ou pedra, brancos e cinza, assentados de uma forma única, favorecendo a amplitude', diz o designer de interiores Marco Aurélio Viterbo. Na parede, entram os mármores telados, trabalhados em alto e baixo-relevos, como as peças da Mosarte (no alto), ou laminados estampados, como o Romantic Oak (ao lado), importado pela Recovering Trading, à venda na Portofino.



19. MÓVEL SUSTENTÁVEL
Só demolição
Está nos seus planos pintar o móvel carcomido que herdou da sua avó? Melhor voltar atrás. A decoração do momento pede peças com história - o que não falta aos móveis de demolição. Além da beleza do efeito descascado,elas são frutos do reaproveitamento de madeiras já extraídas de seu hábitat. É lógico que vale fiscalizar a procedência até mesmo desses móveis. A ação verde começa em casa.



20. OBJETOS NA PAREDE
Conte sua história
As paredes não têm ouvidos, mas podem contar muito sobre suas paixões, seus hobbies e sua família. As telas impessoais e as réplicas de obras famosas vão perder espaço para fôrmas de bolo, talheres (foto), raquetes de tênis e tudo o que revele sua personalidade. Ou seja: seus objetos queridos podem migrar para a parede, sem drama. O efeito é garantido e o prazer de expor parte de você, inigualável.
21. COZINHA
Café high-tech
Para os amantes do café expresso, a novidade é quente: a marca Jura lançou a cafeteira ENA, a menor e mais compacta máquina de expresso do mundo. Com 23,8 cm de altura, o modelo ocupa pouco espaço, tem botão de economia de energia, bico de café com altura regulável para facilitar o preparo do cappuccino e do latte macchiato e reservatório de grãos com visor transparente. À venda no Espaço Santa Helena.


22
. ESTAMPAS
Motivos com brilho
Hoje As estampas têm desenhos grandes, com uma ou duas cores e fundos de linho. Amanhã As estampas terão desenhos grandes, mas serão atualizadas em um veludo de viscose brilhante com relevos (abaixo), como o modelo da coleção Mediterrâneo, da Villa Nova. O brilho vai prevalecer em tecidos também de outros padrões.

23. PEÇA CURINGA
A volta da cadeira de ferro
Ela ressurgiu pintada de rosa, azul, verde, amarelo... A mudança de visual deu certíssimo. Agora pode - e deve - aparecer na sala de jantar, na copa ou em qualquer canto da casa, além do jardim. A da foto é da Dom Mascote.


24. LUMINÁRIA
Pendente-pingente
'O negócio é valorizar o efeito de luz', diz Cristiana Bertolucci, designer da grife de iluminação Bertolucci. O pendente Tubo, da marca, ilustra a tendência apontada por ela. A peça cabe em mesas e balcões que pedem pouca interferência, mas se for usada em série, o efeito torna-se cênico.


25. ESTILO DE DECORAÇÃO
À francesa
Em 2009, temos o Ano da França no Brasil (entre os dias 21 de abril e 15 de novembro). Ótimo motivo para descobrir o que o país tem de bom, além do toile de jouy e dos móveis de pátina. Candelabros de ferro com cristal, arandelas rococó, molduras douradas e muita tapeçaria Aubusson marcam o estilo requintado do país. Vale investir em uma ou outra peça para fazer reverência ao estilo dos reis. Na foto, ambiente da Secrets de Famille.


26. PAREDE ESTAMPADA
O auge do papel
A parede virou a estrela da casa. É como uma lousa, pronta para receber frases, flores, desenhos geométricos e tudo o que os rolos de papel de parede puderem estampar. As novas versões têm mais personalidade: misturam cores e formam composições luxuosas. Fuja dos modelos ópticos ou datados dos anos 1970. E lembre-se: se enjoar, é mais fácil de trocar do que a mesa de jantar, o sofá...


27. MÚSICA
Trilha para os embalos em casa
A mistura dos estilos lounge e house music é acerto garantido nas festas entre amigos. Para facilitar a escolha, o DJ Kinha, do restaurante paulistano Alucci Alucci, indica as músicas selecionadas pelo DJ Stéphane Pompougnac: 'Suas trilhas brilham com sucesso em todos os CDs da linha Hôtel Costes. É uma seleção com clima gostoso e de bom gosto para reuniões em casa'. Detalhe: o Hotel Côstes já se encontra em sua 11ª edição e ainda está para nascer uma compilação que o desbanque.

28. CASA ALTO-ASTRAL
Velas mágicas
Quando as luzes diminuem, o corpo parece entender que é hora de relaxar a alma, de se entregar ao desfrute, às risadas e ao clima de festa. Mas não é preciso ter muitas pessoas em volta para sentir os efeitos da luz de velas. Após um dia cansativo, no jantar só ou acompanhado, vale a pedida. Nossa indicação: sempre tenha velas em casa e acenda-as. O astral melhora no ato!


29. DRINQUE
Visual vibrante
Os drinques suaves com cores vibrantes e apresentações inesperadas, servidos em taças de martíni, estão no menu de verão do Esch Café. Para uma reunião em casa, o gabaritado barman Derivan sugere o Fraise Diable, feito com vodca de uva, morango, pimenta- -dedo-de-moça, suco de cranberry e açúcar. 'O frescor da vodca aliado ao ardor da pimenta cria um equilíbrio interessante. A coloração vermelha instiga e seduz o palato', diz.

Fraise Diable

Ingredientes
- 50 ml de vodca de uva
- 3 morangos frescos
- 1/2 pimenta-dedo-de-moça picada
- 30 ml de suco de cranberry
- 1/2 colher de bar de açúcar

Preparo
Em uma coqueteleira, coloque a vodca, os morangos, o açúcar e o suco. Com um socador, amasse e misture os ingredientes, acrescente gelo e bata bem. Coe duplamente e sirva em uma taça de martíni bem gelada. Decore com uma pimenta-dedo-de-moça.


30. MÓVEL ETERNO
O clássico que se renova
Uma cadeira de 150 anos, mas com cara moderninha. Se o austríaco Michel Thonet estivesse vivo, provavelmente aprovaria o novo visual de sua criação, de 1859. Em vez da madeira vergada natural, o modelo 14 veste cores nada tradicionais: azul, amarela, prata, dourada e roxa, como o exemplar da Isto é Brasil. Na casa, a sugestão é usar cada Thonet de uma cor.

---------------------------------------

fonte: Revista Casa & Jardim

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

Acerte no tom: o significado das cores

Uma pintura diferente na parede já dá um novo ar à decoração da casa. Porém, antes de escolher uma cor, saiba qual é o seu significado


Quem gosta de renovar o visual da casa se encanta com tantas opções de tonalidades disponíveis no mercado atualmente. Contudo, na hora de selecionar uma cor, é importante ficar atento às sensações e aos estímulos despertados por cada uma delas. De acordo com o psicólogo Paulo Félix, vice-presidente da Associação Pró-Cor do Brasil, elas podem conferir ao ambiente um aspecto maior, menor, mais úmido, seco, acolhedor ou repulsivo, entre outras impressões. 'As pessoas normalmente não prestam atenção às cores. Elas ficam em um segundo plano e, assim, influenciam indiretamente a consciência', explica.

Para o especialista, o primeiro passo para quem deseja trocar as cores das paredes dentro de casa é definir quais são as características do ambiente e saber o que você quer proporcionar. A partir daí, fica mais fácil decidir qual é o melhor tom. 'O amarelo evita a impressão de umidade, por exemplo. Ele passa uma sensação de secura, diferentemente do azul, que dá a impressão de um lugar mais frio e refrescante', diz Félix. Além dos aspectos físicos, as cores também estimulam certos tipos de sensações psíquicas. Enquanto o laranja intensifica a energia e a vitalidade, o violeta transmite calma e desperta a criatividade.



O amarelo dá a sensação de alegria, além de deixar o ambiente com um aspecto mais quente e seco; o lilás transmite calma e desperta a criatividade



O SIGNIFICADO DAS CORES

Branco - Pureza. Por ser um tom neutro, combina com qualquer tipo de ambiente e ajuda a ampliar os espaços.


Amarelo - Alegria e prosperidade. É relacionado ao sol. Por ser uma cor quente, traz a sensação de aconchego e secura.


Laranja - Fartura e vigor. Impulsiona a energia e a criatividade e intensifica a impressão de calor.


Vermelho
- Paixão e intensidade. Significa vitória e sensualidade. No entanto, quando em excesso, torna-se um tom agressivo.


Verde - Perspectiva. A cor da esperança, que remete à natureza.


Azul - Tranqüilidade. Transmite calma e favorece o raciocínio e a intuição. Também causa sensação de frescor em ambientes muito quentes.


Violeta - Criatividade. Desperta o intelecto . Em tons mais claros, calma.

Preto - Sofisticação. É uma cor neutra e combina com tudo. Deve ser usado com moderação, pois diminui os ambientes e pode remeter à depressão.



---------------------------------------

fonte: Revista Casa & Jardim

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Sábado, 27 de Dezembro de 2008

Você compraria uma luminária em formato de cobra?


Que tal uma dessas na cabeceira da cama? Eu não gosto nem de pensar em cobras… quanto mais de comprar objetos com sua forma. Mas essa luminária italiana tem um design interessante, que permite direcionar a luz para várias posições. Desenhada por Ettore Cimini, a luminária usa uma lâmpada de 100 watts na ponta e distribui a luz para as outras extremidades por fibra óptica.


---------------------------------------

fonte: Blog Bombou na Web

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008

O uso da assimetria traz sensação de movimento à decoração

Arquitetos jogam diferentes formatos em seus projetos


A mistura de formas na decoração é capaz de criar ambientes lúdicos e exclusivos. Arquitetos, decoradores e designers de interiores tiram proveito das diferenças dos formatos para compor seus projetos.
A dupla de arquiteta Emília Cardoso e Vera Barros brincou com as formas na integração dos ambientes das salas de estar e jantar de um apartamento na Barra da Tijuca. Elas desenharam uma estante irregular de marcenaria com nichos paralelos horizontais e iluminados, onde foram colocadas esculturas de vidro coloridas de diferentes tamanhos. A dupla também apostou em objetos de design como a cadeira em formato triangular junto à mesa de centro retangular onde foram colocadas bolas com estampas de quadrados. - Decorando geometricamente conseguimos um efeito único e exclusivo para o projeto - afirma Emília.

Poltrona retangular, mesa de centro quadrada e bolas com estampas de quadrado

A designer de interiores Roberta Devisate também investe na assimetria em seus projetos. No quarto do bebê, foram criada uma estante com linhas retas e circulares que dão a sensação de movimento e leveza ao projeto. Já na sala de estar Roberta trabalhou com poltronas ovais e móvel com linhas retas. Atentos ao interesse dos profissionais em quebrar a monotonia das formas, as lojas e designers criam, cada vez mais, peças inovadoras e até curiosas. A Velha Bahia e a Way Design, por exemplo, contam com opções assimétricas bem diferenciadas como a mesa lateral C, estante com nichos irregulares em madeira e o aparador AC em laca brilhosa preta e dourada, assinado pelo designer André Cruz.
--------------------------------------
fonte: O Globo







Marcadores:

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008

Cuidados com as luzes de Natal




Todo mundo viu que o apartamento da Xuxa pegou fogo por conta de um defeito na decoração de Natal e sobrou pro Luciano Szafir que precisou ser internado e tudo por ter inalado fumaça.
Algumas dicas de segurança relacionadas as decorações:

A Fundação Internacional de Segurança Elétrica recomenda que você mantenha distância de coisas como cabos de extensão e disjuntores vendidos em lojas com preços muito baixos. Além disso, procure marcas conhecidas e confiáveis quando comprar produtos como esses. Olhar os rótulos também pode ajudar. Erros de ortografia ou trechos mal escritos são sinais de que o produto que você está pensando em comprar foi fabricado por uma empresa pouco séria.

No Brasil, os testes para determinar a segurança de um produto são realizados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), uma autarquia federal.

Em casa, pegue leve com o fornecimento de energia. Não é difícil calcular a quantidade de energia que está sendo exigida de suas tomadas, e fazer esse cálculo pode evitar um incêndio. As luzes de Natal geralmente têm baixa voltagem, vindo com um total em torno de 25 watts para 50 lâmpadas. Se o seu circuito pode suportar até 2 mil watts dentro do limite de segurança de 80%, não há problemas - é mais provável que a claridade de tantas lâmpadas queimem os seus olhos antes de queimar sua tomada elétrica. Porém, outros aparelhos, usam muito mais eletricidade do que as luzes de Natal. Simplesmente desligar um aparelho quando ligar o outro pode diminuir o risco de incêndio elétrico. E certifique-se de desligar todas as decorações antes de dormir.

Também é uma ótima idéia dar uma boa olhada na fiação dos aparelhos que você vai usar nesta época de Natal. Fiação corroída ou desgastada é um aviso de que você deve substituir o aparelho em que a fiação está ligada. O isolamento de borracha serve para reduzir a produção de calor e eliminar as centelhas. Quando não está presente, o risco de incêndio aumenta muito. Também procure adaptadores antigos que não encaixam bem na tomada. Eles também podem causar fagulhas, o que é ruim quando a tomada está perto de uma árvore de Natal cheia de seiva inflamável.

Por fim, não é possível dizer quantas coisas você pode ligar em uma tomada elétrica antes que ela pegue fogo, a não ser que sejam analisados casos isolados. E não é uma boa idéia fazer suas próprias experiências em casa. Em vez disso, essa época de Natal é boa para se familiarizar com as especificações elétricas de sua casa e dos aparelhos elétricos que você conecta em suas tomadas. Preste atenção no número de itens que você liga em um circuito elétrico e, se for o caso, deixe as decorações extras no sótão este ano. Caso contrário, as castanhas em sua cozinha podem acabar assadas no fogo, propositalmente ou não.
---------------------------------------

fonte: Blog Natalino

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Imóveis ganham áreas de lazer maiores e mais sofisticadas

Veja como melhorar o visual de sua casa com churrasqueira e jardim bem planejados



As áreas de lazer estão ganhando cada vez mais destaque dentro das casas. Segundo arquitetos e decoradores, a busca por comodidade fez com que os projetos de descanso ocupassem mais espaço, móveis mais confortáveis e, agora, a presença de jardins.

Quanto maior a área de lazer, mais fácil fica brincar com os elementos dentro dos ambientes. É importante prestar atenção ao tamanho do imóvel, pois a área de lazer está relacionada a sua dimensão. Com jeitinho, até mesmo o dono de uma pequena residência pode ter um canto só dele para ler um livro ao céu aberto, uma pequena churrasqueira ou um modesto jardim - que farão toda a diferença.

"É interessante porque o contato com plantas ajuda no resultado de um ambiente mais relaxante. As paredes vivas são uma boa opção porque podem criar uma grande área verde vertical com sistema de irrigação próprio e não ocupam muito espaço" diz Maricy.



PLANTAS
- Os quadros vivos são comercializados em dois formatos: um em peça e o outro por metro quadrado, e podem ocupar áreas internas e externas, cobertas ou não. As espécies usadas nos painéis e nos quadros variam em função do clima da região onde serão instalados. Tanto o painel vivo quanto o quadro vivo são móveis e podem ser desinstalados e reinstalados em outro local. Uma facilidade exclusiva do sistema comercializado pela Quadro Vivo Jardins Verticais e patenteado por Gica Mesiara.



A técnica 100% brasileira é reconhecida por profissionais da área como a mais eficiente para o paisagismo vertical por aliar conceitos do eco-design (design com mínimo impacto ambiental) à tecnologia, durabilidade, fácil manutenção e principalmente por ambos produtos serem móveis, o que permite serem reinstalados.


"Os jardins verticais são mais que tendência, vieram pra ficar e tem tudo haver com os tempos modernos e futuros. São peças coringas, combinam com qualquer ambiente, otimizam espaços e contribuem para o clima da casa. Cada vez mais estamos cientes da importância do verde e querendo-o de volta. Também é certo que os espaços são cada vez mais reduzidos e o tempo pra cuidar de um jardim é raro", comenta Gica.

MÓVEIS - Na opinião da arquiteta da EG Interiores, Emília Garcia, os móveis de fibra sintética se identificam muito bem com as áreas de lazer. São práticos e podem ficar expostos ao sol e a chuva. "Gosto de utilizar madeiras ecológicas ou de demolição, fibras e cores aconchegantes, para deixar o ambiente descontraído e relaxante."



Em termos de cores, a arquiteta Maricy sugere os tons mais sóbrios para um ambiente mais sofisticado e tons mais cítricos para uma casa de praia porque criam um ambiente mais despojado que levam à descontração. "Não pode faltar a preocupação com o conforto, escolhendo mobiliários confortáveis e que sugiram uma tranqüilidade. Não pode faltar também a preocupação em criar ambientes de maior convívio social".



Outra dica é integrar a área de lazer à cozinha. Segundo o arquiteto Gil Cioni esta é uma prática que está ganhando o gosto dos brasileiros. "Assim fica mais fácil realizar almoços e churrascos. Não é necessário atravessar a casa para pegar os pratos ou um copo", diz Cioni.

---------------------------------------

fonte: Casa & Construção

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Domingo, 21 de Dezembro de 2008

Arranjo de flores para a ceia


Veja como montar um arranjo de flores, elaborado por por Maristella Nicolosi, para a sua mesa. Compre um vaso de vidro (formato para um litro de água), oito rosas tamanho grande (tipo carola), meio maço de gardênia, dois galhos de hipericum e barbante.


Misture as rosas e a gardênia e acrescente os dois galhos de hipericum. Se não encontrar esta variedade de rosa, opte pelas convencionais.


Amarre as plantas com um barbante e certifique-se de que os cabinhos estão arrumados.


Corte os cabinhos até eles ficarem com cerca de 10cm. Isso vai fazer com que eles fiquem em pé no vaso.

Coloque água até a metade e, se quiser conservar o arranjo por mais tempo, pingue cinco gotas de água sanitária na água do vaso.
---------------------------------------

fonte: Terra - Natal 2008

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Pouco espaço?

Com truques inteligentes, você aproveita bem os espaços e amplia a casa

As casas estão cada vez menores, é fato. Mas os espaços reduzidos têm lá suas vantagens. Basta saber aproveitá-los. Selecionamos alguns truques excelentes para liberar espaço e tornar aquele cômodo apertado em algo lindo e funcional. Veja a seguir:

Tire os quadros das paredes
Quanto mais limpas, melhor. Se você gosta muito deles, selecione os preferidos (e elimine os demais). Caso opte por modelos pequenininhos, junte-os num canto do cômodo. O ideal é que haja proporção entre o tamanho dos móveis e dos quadros. Ou seja: onde há pouca mobília, deve haver também poucos quadros.

Espalhe ganchos pela casa
Eles não são bonitos. Ok! Mas servem para tirar objetos de cima dos móveis, o que dá ao ambiente um aspecto de amplitude. Isso aumenta o espaço visualmente. Coloque-os dentro do armário, em suas paredes do fundo ou das laterais. Assim, você pendura cintos e bolsas e ainda libera prateleiras, sobrando espaço para colocar as roupas dobradas.

Escolha móveis altos
Quanto maior a área da parede que for ocupada, mais compartimentos disponíveis você terá para armazenar seus objetos. Mas cuidado: não preencha todas as paredes de um mesmo cômodo com móveis, porque eles podem acabar abafando o ambiente. O ideal é escolher sempre duas paredes para ocupar por completo. E as demais podem ficar livres.

Crie subdivisões nos armários
Compre organizadores com gavetinhas e compartimentos. Coloque-os dentro dos armários e gavetas para liberar a superfície dos móveis e, conseqüentemente, ganhar espaço. Você ainda vai encontrar tudo o que for preciso, à medida que necessitar, e aproveitar muito bem cada pedacinho dos seus armários.

Fique de olho na dispensa
Se você for organizada, pode até eliminá-la. Não faça um estoque exagerado de alimentos e produtos de limpeza: compre só o necessário para uns dias para não ocupar espaços sem necessidade.

---------------------------------------

fonte: Abril.com

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Terça-feira, 16 de Dezembro de 2008

Árvores de Natal: 10 idéias incríveis, mais a sua!

Toda decoração natalina conta com uma peça central: a árvore de natal, tradicional símbolo desta época. Com o passar dos anos, ela foi se adaptando aos costumes e gostos de cada família e ganhou estilos variados. Para você se inspirar, reunimos 10 idéias incríveis de decoração de árvore de Natal. Já montou a sua ou caprichou na arrumação da casa para as festas?



Tradicional
Todos os anos, o florista Mário de Almeida compra um pinheiro de quase 3 m de altura e o prepara com bolas de vidro, Papais Noéis e mais de 600 lâmpadas. Ele herdou os adornos da família e os preserva com o maior cuidado. No Dia de Reis, 6 de janeiro, a árvore é desmontada, e os enfeites, guardados em caixas até o próximo ano.


Cara Brasileira
O designer Renato Imbroisi queria uma árvore com uma cara bem brasileira e também utilizar uma planta que não precisasse ser descartada depois do Dia de Reis. Por isso, optou pela palmeira-fênix, espécie que se adapta ao ambiente interno. Os enfeites são círculos de piaçava trançada, feitos por um grupo de artesãos do litoral baiano.


Arranjo Contemporâneo
Na proposta das decoradoras Flávia Brito e Rebeca Borin, a árvore verde dá lugar a galhos secos, comprados no Ceagesp, SP, que exibem estrelas e bolas cobertas de espelho. O arranjo, de visual leve e atual, é formado por ramos dispostos dentro de um cachepô espelhado, sobre uma mesa normalmente usada como bar. Ao centro, o menino Jesus.



Romãnzeira Iluminada
A moradora quis frutíferas no quintal e, na decoração de festa, a romãzeira foi a escolhida para receber pedaços de tecidos coloridos, arranjos de lata recortada e lampadinhas. Os retalhos de algodão fazem referência ao jeito de enfeitar a casa para o Natal no interior do Brasil. Além disso, são uma idéia durável: depois de uma chuva, os panos secam ao vento e continuam bonitos. Paisagismo de Naya Retondini Carlos.


Feito a mão
O móbile de anjos, criação de Meire Akamine e André Simmank, faz o papel de árvore de Natal nesta casa. A leveza do arranjo de móbiles evidencia o apreço dos moradores pelo trabalho artesanal. O modelo, com 1,75 m de altura, é feito de papel, madeira e cordão.


Delicadas Flores
Em vez do tradicional pinheiro, um galho seco, que ganha vida com delicadas flores de meia de seda e arame, feitas por um grupo de artesãs do Distrito Federal. A lata de tinta foi recuperada por um funileiro e, em sua borda, ficam palha de buriti e um presépio de biscuit.



Artesanato em Alta
Em Porto Alegre, a designer Heloísa Crocco reúne pequenos tesouros do artesanato para celebrar o fim de ano com um sotaque orgulhosamente brasileiro. Um belo exemplo disso é sua árvore de Natal: um galho de palmeira vindo de Minas Gerais substitui o tradicional pinheiro, e os enfeites são bichinhos e frutas de crochê, feitos por um grupo de artesãs do Distrito Federal.



Estilizadas

O almoço de Natal do banqueteiro Toninho Mariutti é adornado com objetos dos mais diversos, que trazem ao ambiente o espírito natalino. As árvores estilizadas dão um toque de modernidade à tradição, e a guirlanda pendurada junto à janela complementa o visual.



Bolas ou Biscoitos?

Na ceia da chef Heloísa Bacellar, o sabor está até na árvore de Natal: no lugar das bolas, a árvore de metal retorcido ganhou biscoitos de chocolate e castanha.


Natal no Quintal

Em apenas uma tarde, este quintal passou por uma transformação e se tornou um espaço agradável, com deque e pérgula, coberta com um tecido, para a família receber os amigos nas festas de fim de ano. Um cordão do tipo chuva de lâmpadas foi grampeado no madeiramento. Outros cordões, tradicionais, envolvem a palmeira e as duas bolas de luzes azuis. Projeto do paisagista Ricardo Pessuto.


---------------------------------------

fonte: Revista Arquitetura & Construção Online

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

Arrume a casa para o final do ano!!!

Por mais que se queira inovar, o Natal nos remete a peru, lombo, bacalhau, rabanada, frutas secas, enfim à tradição. Na foto, esses itens aparecem em forma de canapés (de peito de peru, lombo com damasco, saladinha de folhas verdes e bacalhau com berinjela).

Gostou da idéia das ilhas de degustação espalhadas em mesas de apoio pela sala? Uma outra opção de comes e bebes que se encaixa nesse sistema é o fondue de frutas com queijos e espumante.

Boa idéia para agradar seus convidados se você vai comemorar a passagem do ano na praia: sandálias de borracha à disposição dos amigos em cestas de fibra espalhadas pela varanda. Minitoalhas, dobradas com capricho, aumentam a comodidade de quem se atreve a molhar os pés no mar.

Uma mesa clássica de ano novo: toalha de mesa branca, velas e flores também alvas, bandeja com fartas opções de frutas da época, garrafa de espumante devidamente gelada no baldinho de gelo, taças simples para champagne, canapés e bowls com lentilhas.

Se a idéia é utilizar o serviço americano, transforme então sua mesa de jantar num grande bufê decorado com flores – e recheado de mini-porções, como essas da foto. Repare nos tubos de ensaio, utilizados como vaso. É uma sugestão barata e criativa para decorar a mesa da ceia.

Legumes saborosos, carnes exóticas e frutas deliciosas viram comida chique com uma apresentação divertida em espetos ou em porções individuais. Se quiser elaborar um cardápio à base de espetinhos, libere a imaginação. Corte as carnes em cubos pequenos e tempere. Camarões, por exemplo, vão inteiros e só recebem sal, pimenta e limão na hora de grelhar. Escolha vegetais firmes, como o tomate, que não desmanchem facilmente no calor da churrasqueira. E, finalmente, providencie alguns molhos para acompanhar.

Ao lado da mesa repleta de refrescos, um corte de linho vermelho preso às vigas do pergolado da área externa funciona como cortina, fazendo par perfeito com as lanternas de estanho e ferro penduradas em fitas de cetim. Elas irão iluminar a ceia ao ar livre após o pôr-do-sol.

Se você pretende fazer uma ceia mais descontraída, sem grandes pretensões, abuse dos jogos americanos, combinando-os com guardanapos de papel. Mini sanduíches servidos em bandejas com detalhes em prata, como a da foto, já são o suficiente para encher os olhos e afiar o paladar.


Para o réveillon, muitos anfitriões optam em servir apenas petiscos, espalhados estrategicamente em mesas de apoio pela sala. Você também pode transformar sua mesa de centro numa ilha de degustação, com direito a balde com gelo para espumante, pratinhos, guardanapos e porções individuais com guloseimas doces e salgadas. Velas e arranjos de flores arrematam a decoração festiva.

Aqui, uma mesa de canto se transforma em bar, com o uso de placas de vidro apoiadas em blocos revestidos de espelho. Para beber, champanhe bem gelado, garrafinhas com sucos naturais de sabores variados — para consumo individual — e jarras com água aromatizadas por alecrim, cascas e fatias de frutas, que já são decorativas por si só.

Se você não pensa em encomendar ceia delivery, e muito menos pilotar fogão na véspera das festas de fim de ano, eis uma dica que se transformou em tendência chique: servir pequenas porções, montadas como se fossem minipratos, e que dispensam o uso de talheres. É a Finger Food - comida para comer com as mãos. Como em dezembro a temperatura vai às alturas, lance mão de petiscos frios, como ceviches, wraps, sopas como gazpacho e mini-saladas.

Repare no frescor da salada de siri com manga montada em copos de caipirinha, disposta numa bandeja de madeira laqueada com pedrinhas de gelo.

Servir sushis desconstruídos em delicadas colheres de louça é também uma idéia prática para a ceia de reveillón – e muito original. E ainda você economiza o trabalho de fazer os rolinhos, ou de contratar um sushiman.
Se você vai comemorar o natal num sítio ou casa de campo, inspire-se no clima campestre para decorar a mesa da ceia: use uma toalha de mesa floral, ou com motivos delicados, como a da foto, de bolinhas miúdas.
Sopas e cremes são pratos fáceis de fazer e que têm suas versões quente e fria. Na foto, a anfitriã decidiu trocar a salada de folhas verdes da entrada da ceia de natal por uma mousse de mandioquinha, servida em xícaras transparentes. Não é preciso muita produção para arrancar elogios das visitas.
Uma alternativa original é substituir as guirlandas de Natal por um arranjo de porta, como este da foto. Neste arranjo, foram reunidos galhos secos, folhas de pinheiro e cerejas artificiais, tudo preso com fita de cetim branca.

Quer situação mais estressante do que perceber que faltou alguma coisa no meio da ceia de natal ou réveillon? O certo é começar o planejamento um mês antes, mas se o seu tempo é curto, faça-o, pelo menos, uma semana antes da festa. Calcule a quantidade de comida por pessoa conforme as orientações da lição 3, defina o cardápio (isso ajuda a saber se precisará de jogo de louças completo, se não serão usados talheres), quais bebidas serão servidas (se serão necessários copos especiais para drinks, taças para espumante). Uma boa dica para encontrar produtos da estação (como damasco, frutas secas, queijos e conservas) a preços mais em conta é ir a Mercados Municipais.

Observe que neste ambiente, assinado pela arquiteta Consuelo Jorge, as formas arredondadas, orgânicas, sobressaem, se harmonizando com o visual minimalista da comida.

Observe que neste ambiente, assinado pela arquiteta Consuelo Jorge, as formas arredondadas, orgânicas, sobressaem, se harmonizando com o visual minimalista da comida.


---------------------------------------

fonte: Revista Casa Claudia

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

Natal Luz Ribeirão

A ACIRP inaugura hoje a decoração do Natal Luz Ribeirão 2008. Com apoio da Cia de Bebidas Ipiranga, Sindicato do Comércio Varejista, Câmara dos Dirigentes Lojistas, CPFL, Prefeitura, Sicoob/Cooperac e demais parceiros, a decoração é realizada desde 2005.

O Papai Noel sairá da Bebidas Ipiranga às 18h, passará por diversos pontos da cidade até chegar à Esplanada do Pedro II. À medida que o bom velhinho avançar no trajeto, as luzes que enfeitam o percurso serão acesas.


Horário A partir de hoje as lojas do comércio ficarão abertas das 9h às 22h de segunda a sexta, das 9h às 18h no dia 06, até às 22h nos dias 13 e 20, e, nos domingos 07, 14 e 21, das 10h às 17h. Na véspera do Natal, o comércio ficará aberto das 9h às 18h.


---------------------------------------

fonte: tribuna Ribeirão

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: ,

Domingo, 30 de Novembro de 2008

Hoje é o dia de começar a montar a árvore de Natal



Este domingo, 30 de novembro, é o dia adequado para começar a montagem da tradicional árvore de Natal. De acordo com a Igreja Católica, a árvore, que simboliza a vida, deve ser decorada no dia em que se inicia o tempo do advento.
De acordo com o padre Gustavo Haas, assessor de liturgia da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a árvore não deve ser montada toda de uma vez: o ideal é acrescentar enfeites e adereços aos poucos, durante as quatro semanas do advento, que é, para os católicos, tempo de preparação.

“Durante o Natal, no Hemisfério Norte, todas as árvores perdem as folhas, com exceção do pinheiro. Por isso, a árvore se tornou símbolo da vida, celebrada no Natal com o nascimento do menino Jesus”, diz Haas.
Padre Haas explica ainda que a preparação da árvore deve ser intensificada durante a última semana que antecede o Natal. “Até 16 de dezembro, tudo ainda é muito sóbrio, mesmo nas leituras feitas nas missas do advento. É só a partir do dia 17 de dezembro que a Bíblia começa a falar do nascimento de Jesus, e se inicia um momento de maior expectativa. Esse é o momento, portanto, de intensificar a decoração da árvore”, afirma.

Presépios

A montagem do presépio, também tradicional em tempos de Natal, deve seguir a mesma linha da preparação da árvore. “Aos poucos, pode-se começar a montar a gruta, colocar os animais e os pastores, mas Maria, José e o menino Jesus devem fazer parte do presépio apenas mais próximo do Natal”, diz Haas.
O presépio, ainda de acordo com o padre, foi uma invenção de São Francisco de Assis para lembrar a simplicidade e as dificuldades enfrentadas por Maria e José no nascimento de Jesus. A orientação para quem pretende seguir a tradição católica é não sofisticar os presépios com luzes e enfeites.


“Costumamos dizer sempre também que é muito importante envolver as crianças na montagem dos presépios, e o ideal seria que eles fossem feitos nas próprias casas, pelas crianças, para que eles percebam o real sentido do Natal”, diz.

Hora de desmontar

Tradicionalmente, o dia de desmontar a árvore de Natal, o presépio e toda a decoração natalina é 6 de janeiro, o Dia de Reis. “É nesse dia que três magos, pessoas sábias, encontram o menino Jesus e ele é então revelado a todas as nações. Termina então o tempo de Natal, o tempo de expectativa, e começa o tempo comum para a Igreja”, afirma Haas.

Advento

Um dos grandes símbolos do Natal para a Igreja é a coroa do advento. Formada com ramos verdes e em formato de círculo, a coroa simboliza, de acordo com Haas, a unidade e a perfeição, sem começo e sem fim. “A coroa representa o nascimento do rei. Em cada um dos quatro domingos do advento uma vela é acesa. Com a proximidade do nascimento de Jesus, a luz se torna mais intensa, e é o Natal enquanto festa da luz que celebramos”, diz.

---------------------------------------

fonte: G1 > Brasil - Globo.com

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores:

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

Decore sua casa melhor na primavera

Cada planta tem um lugar onde se adapta e cresce melhor. Especialistas indicam o tipo de flor em cada ambiente.Decorar a casa com flores não é só bom para os olhos de quem as admira. As plantas também têm suas “preferências” e se desenvolvem melhor em determinados ambientes. Em época de primavera, com tantas opções de flores, especialistas dão dicas de como espalhar pelos cantos as plantinhas. Tudo por uma questão de beleza e harmonia.
A design de interiores Ivone Dominguez, de 35 anos, tem crisântemos, orquídeas, lírios, margaridas e outras dezenas de plantas em sua residência, na Zona Sul de São Paulo. “É sempre bom ter plantas vivas em casa. Elas alegram o ambiente”, conta. O toque delicado e pessoal começa no lavabo.
Ivone decorou a pia com dois vasinhos de orquídea de corte, quando ela vem pequena. “Dura bastante. É só colocar pouca água”. Ela ensina que violetas e hortências também são indicadas para banheiros e lavabos onde há pouca luz. No caso das violetas, também não é necessário regar muito.


Já a arquiteta e decoradora Janete Pimenta, de 43 anos, gosta de flores na pia do banheiro. Segundo ela, se o lavatório tiver uma prateleira e a flor ficar aparente, vale colocar uma violeta. Os cactus também se adaptam perfeitamente aos locais fechados e escuros do cômodo.
Para os quartos, Ivone, que tem uma floricultura, gosta dos jasmins. “Ele ajuda a dormir. Quando você entra, sente aquele cheiro delicioso”. Nesse tipo de ambiente, segundo a comerciante, cabem flores mais delicadas, como rosas. No entanto, as mais resistentes têm seu espaço no cômodo de dormir.
Os kalanchoes, que dão flores pequenas e coloridas, podem ficar junto ou longe da janela, pois se adaptam a diferentes quantidades de luz. Ivone tem alguns vasos presos ao parapeito da varanda.

Quentinho
Na cozinha, a opção deve ser pelas plantas mais resistentes pelas características do espaço. A dica é decorar com crisântemos. “Na cozinha, você tem a diferença de temperaturas, como o calor e o frio”, conta Ivone. A arqueiteta Janete aposta na diversidade. Segundo ela, "todas as plantas" ficam bem nesse ambiente. "Flor adora cozinha. É quentinho. Eu tenho uma orquídea ao lado do fogão e ela floresce todo ano", garante.
Se a preocupação é com o que colocar na sala, que tal azaléias, bromélias e begônias? Coloridas, dão vida ao ambiente que é a porta principal de entrada. Se a sala for bastante iluminada, as azaléias são uma boa opção pois, além de florescer na primavera, ficam verdes o resto do ano, decorando o ambiente permanentemente.

Janete prefere as pequenas árvores às flores. Diz que são mais resistentes e afirma que tudo depende do gosto do morador, mas indica a jabuticabeira e a chamada árvore da felicidade. A arquiteta explica que não é preciso se preocupar com o tamanho da árvore em casa. Elas não crescem demais por falta de espaço no vaso e quando são podadas regularmente.


Se a casa tiver hall, a dica é colocar plantas mais resistentes assim as prateleiras e mesinhas logo na entrada ficam floridas por um bom tempo. “As bromélias duram uns 4 ou 5 meses”. Mas para chegar a esse tempo é preciso cuidado. “Não pode regar no miolo da flor senão ela apodrece mais rápido”, ensina Ivone Dominguez.
Para ela, ter pétalas de diferentes formas e cores ao alcance dos olhos é mais do que uma questão de beleza. “Cada planta tem seu lugar, mas é uma questão de bem-estar. Se você tem uma em casa, já dá um toque diferente. Nem que seja uma violetinha que custe R$ 2”.

---------------------------------------

fonte: g1

encontre imóveis clicando aqui!

Marcadores: